HotSpot!

Tecnologia, moda, gadgets, beleza e amenidades

Coletor menstrual reutilizável

Posted by lucianapf em agosto 18, 2009

coletor_menstrual

Dizem que é mais higiênico, que protege o meio ambiente e acaba sendo mais econômico, mas ainda tenho os meus receios de experimentar esse tipo de produto inovador.

Criado pela administradora de empresas e assistente de direção de um colégio paulistano, Mariana de Barros Santos Betioli, o Coletor Menstrual é objeto flexível no formato de um funil de silicone que, dobrado, é introduzido na vagina para armazenar o fluxo de sangue da menstruação e assim substituir absorventes e tampões.

Apesar de não ter provado, é fato que possibilita uma maior ventilação na parte íntima feminina o que é mais saudável, além de evitar o consumo e o descarte dos tradicionais protetores de algodão.

Uma outra característica curiosa dessa invenção é que na versão com tampa, basta abrir o coletor e esvaziá-lo, sem a necessidade de retirá-lo para jogar fora o líquido, higienizá-lo e colocá-lo novamente. A inventora informa que o produto dura até 10 anos e deve ser trocado a cada 8/12 horas e só contraindicado para virgens.

O produto ainda não é comercializado, pois a criadora está a procura de parceiros comerciais. Quem se interessar, pode procurar a Associação Nacional dos Inventores – 11 3873 3211.

Coloco aqui o desafio e quando as leitoras  provarem o utensílio, por favor, nos envie os comentários. É isso!

4 Respostas to “Coletor menstrual reutilizável”

  1. Moniquinha said

    Gente, que bacana isso!! Seré que um dia vamos conseguir abandonar os absorventes??

  2. denise said

    oh yes! ja abandonamos!!!

  3. Alessandra said

    Gente..isso já existe lá fora..
    eu tenho um de Portugal…
    ficaria feliz se produzissem aqui,mas não seria original…

    aliás..quem quiser informações:
    pixie_p_f@hotmail.com

  4. Deborah said

    Só um detalhe: o primeiro coletor menstrual patenteado, o Tass-ette, é da década de 30 e é americano. A idéia não “pegou” por diversas razões (desde a falta de material para fabricação até preconceito em relação à manipulação da vagina), mas está ganhando novo fôlego agora, com diversas opções de marcas e modelos no mercado – todos importadas ainda.
    Espero sinceramente que a Mariana consiga fabricar um produto desses no Brasil. Seria um grande avanço…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: